domingo, 10 de outubro de 2010

Serra se esquece de mencionar o príncipe Lulinha

A Dilma insiste na questão das privatizações. E Serra encontrou um mote bom para contestá-la. Diz que se o PT tivesse ganhado, estaríamos falando por orelhão. O mote é bom, mas, diante da agressividade de sua adversária, Serra tinha de ser mais contundente e partir para cima do Chefe, reforçando a sua fala anterior de que o PT tem um modelo peculiar de privatização — o Modelo Erenice. Nesse caso, Serra poderia lembrar que o príncipe Lulinha foi beneficiado por uma empresa concessionária de serviço público, o que, no mínimo, é imoral.

Um comentário:

Anônimo disse...

Caramba adorei o texto do Machado de Assis , ótimo .
Sim poderia lembrar sim , mas cada um tem defendido seu ponto de vista , mas passa a impressão que um joga a bomba para o outro .
Seu blogger é muito interessante
Tenha uma boa semana !